Mostrando postagens com marcador Cultura Bíblica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cultura Bíblica. Mostrar todas as postagens

domingo, 20 de janeiro de 2013

RESUMO HISTÓRICO DO ISLÁ


Como Tudo Começou

O Islã foi fundado em 622 d.C., na cidade de Medina, Arábia. Seu fundador, Mohammad ou Maomé, nasceu na cidade de Meca, em 570 d.C, num contexto religioso que mesclava animismo, politeísmo, monoteísmo, etc. Cristãos e judeus vivam nas imediações. Havia em Meca um santuário chamado Kaaba ou Caaba, que conserva até hoje uma pedra negra, considerada sagrada pelos árabes. Alguns desses praticavam a adoração a "Ala", porém, este era visto como um deus tribal, sem caráter universal. Corrobora conosco o escritor Libanês Albert Hourani: “... O nome dado a Deus era Alá, já em uso para um dos deuses locais” (1)

sábado, 8 de dezembro de 2012

O Tabernáculo

  Em tabernáculo é como uma igreja, um lugar para encontrar Deus. O tabernáculo era a estrutura que os israelitas construíam para a adoração. Depois do Êxodo, o povo israelita acabou vagando pelo deserto por quarenta anos. Juntamente com os Dez Mandamentos, Deus deu a Moisés instruções bem detalhadas em Êxodo (capítulos 25-40) de como o povo tinha que construir o tabernáculo e adorar a Deus. Apesar de ser muito luxuosa, essa estrutura era completamente portátil.
Toda vez que os israelitas mudavam o seu acampamento de lugar, o tabernáculo mudava com eles. Por ser portátil, o tabernáculo também servia como um símbolo de que Deus andava com o povo de Israel.
Moisés ia ao tabernáculo para determinar a vontade de Deus para o povo. Mais tarde, um templo (que não era portátil) foi construído pelo rei Salomão com o mesmo layout do tabernáculo.

O Tabernáculo




Tenda provisória, onde o Senhor falava a seu povo, Ex 33.7-10.

Construção portátil, em forma de tenda, que Deus ordenou a Moisés fizesse para servir de sua morada no meio do povo de Israel, Ex 25.8,9, donde lhe veio o nome de habitação, Ex 25.9; 26.1, lugar onde Jeová falava a seu povo, Ex 41.34,35, onde se achavam depositadas as tábuas da lei ou o testemunho, “o tabernáculo do testemunho”, Ex 38.21; cp. 25.21,22; Nm 9.15, também denominado “casa do Senhor”, Ex 34.26; Js 6.24.
Os materiais para construção do tabernáculo foram adquiridos ali mesmo em larga quantidade. As madeiras vieram das florestas do deserto. Deram os homens e as mulheres os braceletes, as arrecadas, os anéis e os ornatos dos braços; todos os vasos de ouro foram postos à parte para donativos do Senhor. Se algum tinha Jacinto, púrpura e escarlata, linho fino e pelos de cabra, peles de carneiro, metais de prata e de cobre, paus de cetim para vários usos, tudo ofereceram ao Senhor. Os príncipes ofereceram pedras cornelinas e pedras preciosas para o éfode, Ex 35.21-29. O largo dispêndio de metais preciosos para uma construção temporária ficou plenamente justificado, uma vez que todos os materiais tinham de ser aproveitados, quando se procedesse à construção permanente.
O Senhor dá a Moisés as instruções minuciosamente para a edificação do tabernáculo, a começar pela arca, que era o ponto central para o encontro de Jeová com o seu povo, Ex 25.22.

O Templo (Salomão)



A construção de uma casa permanente para substituir o tabernáculo, ocupou sempre o pensamento de Davi, e, por isso, tratou logo no principio de seu reinado, de armazenar os materiais necessários à realização de seu plano, 2Sm 7; 1Rs 5.3-5; 8.17; 1Cr 22; 28.11 a 29.9.

Ajuntou 100.000 talentos de ouro e 1.000.000 de talentos de prata, para os gastos da casa do Senhor, 1Cr 22.14. Além disso, deu ele de seu bolso 3.000 talentos de ouro e 7.000 talentos de prata; e os príncipes contribuíram com 5.000 talentos de ouro, 10.000 soldos de ouro, e 10.000 talentos de prata, fazendo um total de 108.000 talentos de ouro, 10.000 soldos de ouro e 1.017.000 talentos de prata.

Esta soma equivale a quase 4,9 milhões de dólares, ou quase 2,4 milhões de dólares, se fizermos o cálculo pelo sistema de peso mais reduzido.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Costumes Hebraicos


 
INTRODUÇÃO
Para tratar com todos os “Costumes Hebraicos”, seria necessário começar com a chamada de Abraão. .
1.    A aliança com Abraão e os seus descendentes.
2.    A lei (Aliança Mosaica – condicional) (3 partes: moral,  cerimonial, social).
3.    O Sábado (sua origem, seu desenvolvimento, hoje em dia).
4.    O tabernáculo.
5.    Os sacrifícios.
6.    O sacerdócio.
7.    As festas (Bíblicas / Extra Bíblicas).
8.    O templo (os templos).
9.    A sinagoga.
10.  As divisões em judaísmo.
11.  A Bíblica.
12.  O Talmud (A Mishna, A Gemara, A Kabala)
Os “Costumes Hebraicos” que foram observados estritamente antigamente, passaram por várias modificações até que hoje em dia há uma grande diferença  na observação destes costumes.
Alguns Costumes Hebraicos em detalhes :
1)  O Sábado.
2)  A Circuncisão.
3)  Casamento
4)  As Leis Dietéticas (Kosher).
5)  Bar Mitzvah (Confirmação como filho da lei).
6) Símbolos de Judaísmo (Estrela de Davi, Tefillin, Tallith,  etc...).
7)  A Sinagoga.
8)  As festas de Israel (Bíblicas e extra-bíblicas).