Mostrando postagens com marcador Soteriologia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Soteriologia. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 27 de novembro de 2012

O princípio da salvação

O princípio da salvação


A salvação é uma realidade: Romanos 10:09-10. “Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.

Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação”.

Aos sábados costumávamos fazer visitas com uma equipe e em uma das visitas deparamos com uma senhora que dizia não se sentir salva apesar de crer no seu coração que Jesus é o Senhor e que ressuscitou dentre os mortos.

Veja bem, a salvação não é um sentimento e sim uma realidade. O que estava acontecendo então com aquela senhora? Estava faltando a confissão.

Perguntamos:
- A senhora quer confessar agora que Jesus Cristo é Senhor?
Ela nos disse:
- Mas eu já creio no coração.

A Bíblia diz que o diabo também crê e que o espírito do anti-cristo não confessa o senhorio de Jesus Cristo. Aquela senhora relutou mas decidiu confessar achando que não resolveria e que continuaria na mesma situação. Logo após a confissão ela testemunhou: “nossa que alívio, o peso saiu. Estou livre e salva”.

Ela tinha a justiça por crer no coração, mas faltava confessar com a boca para a salvação.

Creia você também no Senhor Jesus em seu coração e confesse-o com sua boca que Ele é o único Senhor e desfrute da salvação eterna!

Fonte http://www.principioscristaos.com.br/salvacao/a-realidade-da-salvacao/

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

A soteriologia dos reformadores



Emílio Antonio Nunez

Sem dúvida a data de 31 de outubro de 1517 é de grande transcendência na história universal. A Reforma exaltou verdades bíblicas que formam o sustentáculo de nossa evangelização. De uma maneira e outra, todos os cristãos evangélicos são herdeiros da Reforma. Embora tenha sido um movimento de profundas repercussões culturais, sociais e políticas, é de bom alvitre agarrarmo-nos nesta mensagem aos seus fundamentos teológicos e, de maneira particular, à soteriologia dos reformadores. Para cumprir esse propósito, recorreremos a quatro grandes postulados da Reforma: Sola Gratia, Solo Christus, Sola Fide e Sola Scriptura.

Só a graça

Ensinam os reformadores que o pecador é justificado unicamente pela graça de Deus, mediante a fé em Jesus Cristo. Neste caso, a graça é o favor divino que o homem não merece, mas que, em sua soberania e bondade, Deus quer dar-lhe. A salvação é obra de Deus, não do homem. Paulo diz: "Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto [a salvação] não vem de vós, é dom de Deus; não [vem] de obras, para que ninguém se glorie" (Ef 2.8-9). Em outra Epístola, o apóstolo explica: "Se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça" (Rm 11.6).
O homem estende a mão vazia para receber, não a mão cheia para oferecer. Não tem nada a oferecer em troca de sua salvação. Tampouco pode cooperar com a graça divina para salvar-se. Está morto em seus delitos e pecados. Somente se dispõe a receber o favor de Deus.
O conceito de só pela graça é um golpe mui severo ao orgulho humano. Aqui não há lugar para a auto-suficiência, nem para a arrogância do que pretende salvar-se a si mesmo e a outros, mesmo por meio de esforços que aos olhos da sociedade parecem mui nobres e heróicos.
Deus é sempre ‘o Deus de toda a graça’(1 Pe 5.10). A salvação sempre foi, é e sempre será pela graça. Mas esta graça vem em plenitude na pessoa de Jesus Cristo (Jo 1.17). Cristo é o dom inefável de Deus ao mundo. O homem pode salvar-se em Cristo, não à parte de Cristo.

Só Cristo

sábado, 17 de novembro de 2012

SOTERIOLOGIA DOUTRINA DA SALVAÇÃO

INTRODUÇÃO


I- DEUS, E A ORIGEM DA SALVAÇÃO

II – A SALVAÇÃO

III – O ARREPENDIMENTO

IV – A CONVERSÃO

V – A REGENERAÇÃO

VI – A JUSTIFICAÇÃO

VII – A SANTIFICAÇÃO

VIII – O CRESCIMENTO ESPIRITUAL

IX – A PRESERVAÇÃO NA SALVAÇÃO
A BÍBLIA DÁ UMA DEFINIÇÃO CLARA SOBRE A DOUTRINA DA PRESERVAÇÃO DO CRENTE.X

PROCURA APRESENTAR-TE A DEUS COMO OBREIRO APROVADO.

Introdução

Os Judeus esperavam um Jesus rico financeiramente sentado em um trono e que guardasse o dia de sábado, esperavam também um JESUS eloqüente, reconhecido por todos que mudaria ou ajudaria principalmente a nação de Israel conforme o desejo deles, os judeus rejeitaram a JESUS e não o aceitaram como REI dos REIS SENHOR DOS SENHORES Paulo falou sobre isso.
No livro de João vemos que Jesus veio para o que era seu, e os seus não o receberam (os judeus, a nação de Israel).Jo. 1:11; At.3:26; mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: era mister que a vós se vos pregasse primeiro a palavra de DEUS; mas, visto que a rejeitais, e vos não julgais dignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os gentios. At.13:46; infelizmente os judeus rejeitaram a JESUS como salvador pessoal, mas, nós que somos nação gentílica (gentios), recebemos e aceitamos nosso amado JESUS como NOSSO SALVADOR PESSOAL Rm. 1:16.

terça-feira, 24 de abril de 2012

PREDESTINAÇÃO E LIVRE ARBÍTRIO

Escrito por Pr. Augustus N. Lopes

(Romanos 8.29) - Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Muitas igrejas deixaram de estudar e conversar sobre esse assunto tão importante. Observe com atenção essa rápida explicação. Reflita, leia a Bíblia, ore, e depois DEIXE SEU COMENTÁRIO!







quarta-feira, 21 de março de 2012

ATOS DOS APÓSTOLOS – GRAÇA E PODER PARA TESTEMUNHAR...

Escrito por Elias Silvio

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Busque imortalidade Russel Shedd


Russel Shedd

O inspirado apóstolo Paulo escreveu para a Igreja de Roma que Deus dará vida eterna para os que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade (Romanos 2:7). Entender bem o que esse trecho da Palavra de Deus ensina para, em seguida, praticá-lo é um desafio e tanto para aquele que toma a sério o que o texto diz.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

OS BENEFÍCIOS DE NÃO IGNORAR A ELEIÇÃO EM SUA BÍBLIA


Escrito por Pr. James Montgomery Boice
James Montgomery Boice (1938-2000) foi um teólogo reformado e pastor da Décima Igreja Presbiteriana de Filadélfia desde 1968 até a sua morte. Muito conhecido entre o povo evangélico por seu programa de rádio e seus livros, ele presidiu por muitos anos o Conselho Internacional sobre Inerrância Bíblica e foi um dos fundadores da Aliança de Evangélicos Confessionais (Alliance of Confessing Evangelicals). Muitas pessoas acham que a doutrina da eleição é inútil e talvez até mesmo perniciosa...